Caqueira de Tijolos ou Telhas para Substrato de Bonsai (Akadama)

Vídeo que mostra um método para fazer caqueira de cerâmica para Bonsai (uma alternativa no uso da akadama) que aqui no Brasil é muito difícil de ser encontrada e quando achada sai muito caro. Seu uso é bem legal porque ajuda a reter humidade sem encharcar o substrato da planta. Lembrando que deve ser misturado ao substrato  com concentrações que podem variar de espécie para espécie. Mais informações sobre substrato no link abaixo.

https://macdonaldfernandes.wordpress.com/tecnicas/o-substrato-ideal/

Quem gostar do vídeo, pode deixar comentários e se inscrever no nosso canal que futuramente vem mais vídeos para os amantes da arte do Bonsai.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

28 respostas a Caqueira de Tijolos ou Telhas para Substrato de Bonsai (Akadama)

  1. Daniel diz:

    Parabéns Mac
    Abs !!!

  2. Patrick Dantas diz:

    Muito bacana o material disponibilizado, é de uma utilidade indiscutível. Parabéns! Tenho uma dúvida e espero que você possa esclarecê-la. Recentemente voltei da Europa e trouxe 5kg de akadama, mas não sei se utilizo apenas esse material como substrato ou se misturo com outros materiais. Atualmente estou trabalhando três pré-bonsais na mamadeira: um ipê amarelo, um pau brasil e uma jabuticabeira. As mudas têm respondido muito bem ao processo e se desenvolvem rapidamente. A dúvida é exatamente esta: para cada espécie, qual o substrato ideal? Somente akadama? Akadama e outros materiais na composição? Se puder me ajudar, agradeço imensamente. Até logo!

    • Olá Patrick… Legal que pode conseguir akadama.. mesmo sendo fora do Brasil..
      Quanto a sua utilização, vou falar por mim, em relação à caqueira.. Não uso somente a caqueira.. Para pinheiros e juníperus eu uso a proporção de 70% caqueira e 30% terra vegetal comprada em gardem. Para as outras plantas eu uso meio a meio. Sempre terra vegetal comprada em viveiros, gardens e floriculturas. Só no caso da azaléa eu add casca de pinus, uns 20%, 30% de terra vegetal e 50% de caqueira.. Tá dando certo aqui pra mim, pois estou em SP. Precisa ver o seu clima agora e adaptar certinho….. abração

  3. Caro McDonald,
    video removido, mas quero deixar a minha colaboração. Aqui em nossa região utilizamos tijolo moído, a principio eu triturava na “marreta” mesmo, hoje, numa cidade próxima, temos um amigo bonsaísta, o Luiz Galvão, (Lula) que tem uma máquina de transformação, compramos prontinho, num bom tamanho, o bom é que este substrato retem a umidade, necessario para a nossa região que é de clima quente.

    Um abraço,

    Toinho Viégas

    • Poxa vida… o Youtube retirou meu vídeo por causa dos direitos autorais da música que postei junto.. que droga.. mas hoje mesmo já concerto tudo e posto de novo..hehehe.. então.. quanto a máquina, aí sim é vantagem heim.. putz.. uma dessa aqui seria bem legal…. abraÇO

  4. Patrick Dantas diz:

    Muito obrigado pelo feedback, fera. Moro em Sergipe e aqui o clima é normalmente quente. Vou tentar utilizar 50% akadama e 50% terra vegetal. Acredito que assim terei um substrato bem drenante. Abração!

  5. MC Donald, me permite o espaço, não sei se estarei desobedecendo alguma regra do teu blog, mas se puder, me permite este c omentário.

    Patrick Dantas,
    Uma dica pra você espremer todo o conhecimento da arte. Percebi que você é de Sergipe, portanto, do nosso nordestão brasileiro. Já a algum tempo foi criada uma associação a nivel nordeste, incluindo logicamente o teu estado. Já tivemos 03 workshop na nossa região, todas a nível internacional, Robert Steven e Marcos Ivernnize foram os últimos. O 1º, salvo engano foi em Natal, depois João Pessoa-PB, o último no Recife. E já há mais duas novas programações, a mais próxima em Fortaleza e após, Bahia. Brevemente chegará ao teu estado. Dá uma olhada no site, http://www.anbonsai.com.br e, caso esteja dentro das tuas possibilidades associa-se, vale a pena. Ao que me parece, temos um representante de Sergipe, procurarei saber quem é e te informo.

    Em cada estado, onde há um representante, há oficinas mensais ou semanais gratuitas para os associados.

    um grande abraço

    Toinho Viégas

  6. Marcello diz:

    Cara, ontem me acabei com uma telha e o resultado… vc ia dar muita risada!!! Mais uma vez vc me salvando de fazer bobagem. Valeu.

  7. Patrick Dantas diz:

    Toinho Viégas, muito obrigado pela dica. Com certeza me interesso em fazer parte disso tudo! Olha, esse espaço aqui está realmente interessante, hein! Abraço a todos.

  8. Marcello diz:

    Então Mac, legal? A operação foi a seguinte: quebrei a telha no chão com um martelo e após estragar o piso e espalhar cacos pela casa toda tive a ” brilhante ” idéia de usar pano de chão pra embrulhar os cacos e … estraguei vários panos. Fiquei feliz, me apressei em transplatar uma tuia jacaré (guerreira por sinal) no meu novo substrato de granulometria de uns 3 cm!!! Ah, esqueci do alicate de corte que também estraguei … Abraços

    • Manoel Galdino diz:

      Que trabalheira, Marcello. Acho mais fácil ir num depósito de material de construção, onde fica acumulada aquela cacaria de tijolos e telhas e peneirar o material usando quatro peneiras de malhas diferentes. Assim você obtém tijolo triturado em grande quantidade rapidamente e em três granulometrias diferentes. Vale a pena tentar.
      Abraço,
      Galdino

  9. Lucas diz:

    Explicação perfeita!!! Já curti seu canal e já estou guardando novas aulas. Muito Obrigado mesmo.

  10. Everson diz:

    Estou iniciando nessa arte, tenho muito que aprender ainda e gostei bastante de sua explicações e dicas, valeu!!

  11. Silvan Porto diz:

    Somos dois, Everson. Estou engatinhando e encontrei os artigos do MC que me deram um norte. Coisa boa é aprender!

    Abraço a todos!

  12. Claudio diz:

    Boa noite Mecdonaldbike!!!
    Sou novo por aqui e iniciante na arte milenar, gostaria de saber se voce conhece o substrato mbreda para aquário, sera que pode ser utilizado para bonsai???
    Obrigado.

  13. Galdino diz:

    McDonald, gostei da sua iniciativa em compartilhar o conhecimento com outros que se interessam pelo bonsai. Essa atitude de compartilhar conhecimento é o que engrandece a arte e os praticantes. Já sofri muito quebrando tijolos para obter caqueira. Passava horas e horas martelando para no final obter uma pequena quantidade de material, apenas alguns quilos. Depois de muito trabalho, passei a procurar outras formas mais práticas de obter caqueira. Bem, eu não tenho triturador de tijolos e tinha que buscar outra solução. Depois passei a observar que em depósitos de material de construção sempre fica uns montes de cacaria nos locais onde são colocados telhas e tijolos. Falei com o proprietário do depósito de podia utilizar aquela cacaria e ele disse que poderia fazer o que quisesse, até mesmo levar todo o montante. Para ele seria melhor, pois limparia o local. Como não pretendia levar tudo, disse que queria apenas as partes mais finas e ele disse que fizesse como quisesse. Então, no dia seguinte, logo cedinho de um sábado, fui ao local levando algumas peneiras com malhas de passagem diferentes e passei a peneirar a cacaria. Também levei bacias e baldes para colocar o material. Utilizei quatro peneiras com malhas diferentes, umas sobre as outras. A mais fina embaixo, na sequência uma ligeiramente maior e assim até chegar na de malha mais grossa. Fui peneirando o material e em poucas horas consegui encher três baldes grandes, desses de 18 litros, cada um com granulometria diferente. Tendo um ajudante, dá para obter um balde de 18 litros por hora de trabalho. Essa foi a forma mais prática e barata que achei de conseguir caqueira de tijolos. Fica a dica para quem quiser se habilitar e testar esse método. Continuo fazendo dessa forma e estou satisfeito. Vale lembrar que, para retirar todo o pó da caqueira, é bom lavar o material quando chegar em casa. Normalmente lavo em 4 águas. Fica tudo limpinho, livre de poeira e outras impurezas. Quem tiver alguma dúvida e quiser entrar em contato por e-mail pode ficar à vontade. Estou à disposição. E-MAIL: manoelgaldi@bol.com.br, ou galdino1414@gmail.com.br

    Um abraço a todos.

    Galdino

  14. Boa tarde Mcdonald.
    Queria antes de mais nada agradecer por sua ajuda com várias duvidas que tenho sobre bonsai, já possui alguns bonsais no passado, porém como precisei me mudar algumas vezes deixei de possui-los, apenas permaneceu comigo uma mudinha de buxinho que esta quase pronta para se tornar um pré bonsai. Além dele comprei um pré bonsai de carmona, uma serissa e uma outra que me foi vendida como serissa mas tenho quase certeza de que é uma romã, isto porque tanto a carmona quanto esta não identifica foram compradas em uma loja que vende pré bonsais e estavam muito mal tratadas, optei por elas ao invés das que já eram pré bonsais por ver nelas um potencial maior e por parecerem mais velhas, uma ves que ja haviam sido pré bonsais e por algum motivo abandonadas no fundo da loja para se recuperarem, como estavam em vasos fundos, comecei por replanta-las em vasos raso e ai pus em pratica a primeira de suas dicas o substrato, acho a reutilização de tudo muito boa para o meio ambiente e você presa muito isto o que acho muito bacana, ai vamos lá quebrar telha…. após um domingo inteiro quebrando telhas e lhe xingar algumas vezes obtive os cacos e reenvasei as tres planas (a carmona, o buxinho e a não identificada). obrigado pelas dicas. assim que possivél lhe mandarei fotos das plantas.

    • Pow Luiz…. não pode me xingar…rs.. eu tb sofri o mesmo….rs…… dá muuuuuuuuuuuuuito trabalho.. mas vale a pena viu….. vc diminui as chances de perder suas plantas…. Posta fotos no nosso face para vermos… Um abração e obrigado pela visita

  15. Galdino diz:

    Luiz Augusto, hoje mesmo (sábado) consegui quase dois baldes de tijolo triturado, daqueles baldes de 18L. Fui a um depósito de material de construção e penerei a cacaria que fica acumulada. Gastei em torno de uma hora e meia. Pode experimentar que o resultado é satisfatório, pois os tijolos já estão quebrados em pedaços pequenos, pois os carros do depósito vão passando por cima e sempre triturando a cacaria. É só chegar a peneirar.

  16. mac voce nao pode dar uma volta enteira no moedor vc deve dar meio pedal assim vc fas uma quantidade menor de pó edvar tbm so amante do pedal obrigado

  17. Wilson diz:

    Este vídeo foi mt. Interessante pra mim, eu não tinha nenhuma noção de como preparar um substituto pra plantas, principalmente bonsai, como caqueira de cerâmica ou tijolos de barro.
    Agora já sei como preparar sem a necessidade de comprar nas floriculturas.
    Obrigado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s