Duranta Repens (Pingo de Ouro)

  • Nome Científico: Duranta repens aurea
  • Nome Popular: Pingo-de-ouro, duranta, violeteira-dourada, violeteira
  • Família: Verbenaceae
  • Divisão: Angiospermae
  • Origem: Brasil
  • Ciclo de Vida: Perene

Este arbusto de folhas douradas surgiu através de uma mutação da violeteira. Sua popularização foi um verdadeiro fenômeno no paisagismo brasileiro. O pingo-de-ouro, ao contrário de outros arbustos tradicionais, tem um crescimento muito rápido, o que aliado à sua coloração exuberante foram os grandes responsáveis pela sua larga utilização. É uma planta excelente para topiaria, principalmente para os iniciantes. Além disso presta-se como bordadura, cerca viva, renque e até mesmo para a formação de bonsai.

Não é indicada para jardins de baixa manutenção, pois exige podas mais frequentes que outros arbustos. Quando não podado produz pequenas flores arroxeadas, róseas ou brancas e frutos esféricos, pequenos e amarelos, além disso suas folhas perdem um pouco a tonalidade dourada.

Devem ser cultivadas à pleno sol, em solo fértil e enriquecido com matéria orgânica, com regas regulares. Não é tolerante à seca. Tolera o frio e as geadas. Multiplica-se por estaquia e mais raramente por sementes, já que estas podem originar pingos-de-ouro e violeteiras. Requer podas de formação e manutenção freqüentes, utilize sempre luvas para manipular esta planta, pois os ramos podem ser espinhentos.

Se quiser saber mais assista o vídeo abaixo.

Anúncios

32 respostas a Duranta Repens (Pingo de Ouro)

  1. Lucinei Reis diz:

    Muito bom seu blog amigo, você pode me emforma qual adubaçao ideal para esta especie e posso intercala adubação quimica e organica.
    Grato, e um grande abraço

    • Lucinei…
      Você pode intercalar sim…. Pode usar a adubação orgânica com esterco de gado e também usar farinha de osso com torta de mamona dando um intervalo de pelo menos 30 dias. No inverno não devemos adubar as plantas devido a dormência das raízes.
      Abração

  2. Juliano J. Silva diz:

    Olá companheiro! Descobri seu blog justamente no intuito de aprender um pouco sobre a técnica do bonsai com esta espécie. Gostaria de saber dos cuidados básicos necessários à acomodação da planta no primeiro vaso. Já vi que :
    – não podemos utilizar adubo químico foliar nesses primeiros dias,
    – devemos irrigar a terra numa frequência um pouco maior, no entanto sem encharcá-la.
    No entanto tenho certas dúvidas:
    – Além da terra e do húmus, preciso de que para preparar a terra?
    – Além de podar a raiz, devo podar as folhas nesse momento? Se posso, muito ou pouco?
    Quero tentar conhecer antes de iniciar para que ela consiga sobreviver ao stress da mudança.
    Desde já agradeço! Um abraço!

    • Fala ai Juliano…
      Que bom que escolheu o blog para ter informações. Fico grato.
      Vc escolheu uma ótima espécie para iniciar. Ela é dura na queda. Bem resistente e cresce rápido.
      Quanto a adubação, não adube em hipótese nenhuma, tanto folhas quanto raízes por pelo menos uns 45 dias. O novo substrato vai dar conta disso.
      A rega deve ser feita quando vc colocar o dedo no substrato e ele não ficar molhado. Se estiver seco regue, caso contrário não. Cuidado que dependendo do calor e do tamanho do seu vaso, irá regar 2 vezes ao dia. Mas somente se for necessário.
      Além da terra e do humus, vc vai precisar de areia grossa. Pegue uma peneirinha fina (dessas de coar leite) e peneire essa areia de construção mesmo, descartando o pó. O restante vc junta com a terra e o humus, numa proporção de 50% areia e 50% do restante. Para ficar bem drenante e com uma oxigenação muito boa para sua planta.
      Quando podar a raíz, irá precisar podar a copa também. Pois vc estará podando a boca da planta. Como a copa consome energia e não terá por causa da poda, deve-se podar a copa. Vai depender do estilo que vc quer seguir. O indicado para vc retirar esta planta do chão é no meio de setembro (início da primavera), por que isso irá fazer com que ela brote e recupere mais fácil e rápido. Indico também usar uma bacia dessas de 1,99 bem furada dos lados e no fundo. Irá ajudar no nebari que é o mais importante agora.
      Um abração

  3. mateus diz:

    muuito bonito!
    parabéns!!!!!

  4. Luiz Grassi diz:

    Véio, tenho vários pés dessa planta na frente da minha casa, na calçada junto a grade, elas devem ter aproximadamente uns 10 anos de vida. Agora, pretendo construir um muro e retirá-las do local. Como os troncos são grossos gostaria de saber se é possível transformá-las em bonsai, qual o tipo de vaso utilizar, como podar e qual adubo já que são adultas.

    • Luis… é possível transformá-los em bonsai sim. Para isso vc precisara colocar cada uma em bacias, para ir trabalhando. O legal é que vc vai ter bastante material para ir aprendendo. A adubação só começa depois de 2 meses do transplante e o que eu uso é torta de mamona com farinha de osso. Sem medo de errar.

  5. Ronaldo Reis diz:

    Olá mcdonald,
    É um prazer comunicar contigo e aproveito para parabenizar-te pelo excelente trabalho que desenvolve com seu blog, é realmente um ótimo material para pesquisas e foi o único que encontrei respostas mais claras e sem muitas voltas.
    Bom, tenho pesquisado bastante, sempre admirei muito a arte do bonsai, mas sempre achei que era algo muito distante de minha realidade, algo que exigiria uma sabedoria ancestral. Enfim, só agora me atrevi a tentar e pelo que estou vendo tive sorte com a eleição do pingo. Tenho um quintal bem grande em casa e minha mãe é apaixonada por plantas independente da espécie, temos quase tudo aqui, então escolhi um pingo que já tem mais ou menos uns 5 anos, como sou iniciante e não entendo muito sobre o assunto acabei me precipitando e fiz o transplante agora em Maio e acredito que o vaso e o substrato não estão muito adequados, pois retirei o mesmo de um vaso muito pequeno e o coloquei num vaso bem maior, mas com furos apenas na parte de baixo, sem furos na lateral, já o substrato está composto pelo chamado barro vermelho e terra vegetal o que acho que não terá boa drenagem, no transplante fiz pouca poda de raiz e uma considerável poda aérea restando apenas algumas folhas que julguei importante para analisar a situação da planta. Lendo suas resposta vi que o melhor substrato para o pingo é mais drenante e o melhor período para o transplante seria meados de Setembro então estava pensando em deixá-lo quieto sem mexer até Setembro e ai preparar um substrato mais adequado e fazer um novo transplante esperar uns 45 dias e aplicar alguns fertilizantes que andei pesquisando. O que você acha que devo fazer?
    Desde já obrigado por manter este blog.
    Abraço!

    • Ronaldo..
      Muito obrigado pelo comentário e elogio. Isso é que me motiva a continuar ajudando as pessoas que tanto sofrem pra conseguir informação sobre a arte, que não tem taaaaaaaanto segredo assim..rs.
      Quanto sua planta, fez sim uma ótima escolha e quanto a terra vermelha, creio que quando usamos bacias, não é indicado mesmo. Quando é no solo tudo bem, a planta até se desenvolve pq não tem tanta compactação. Mas o que está feito está feito amigo.. Como vc mesmo disse, espere até o finalzinho de setembro e faça um novo transplante usando terra vegetal e metade de areia grossa, só não faça poda de raízes.. Faça sem medo pq pingo de ouro é muito resistente.Vai notar que cresce muito rápido essa espécie. Quantos aos furos pode pegar um prego e segurar com um alicate e colocar no fogo e ir furando agora mesmo as laterais, pq as raízes ainda não se desenvolveram até chegar no plástico.. Melhor agora do que depois, quando estará cheio de raízes… Faça transplante anual nele pq cresce muito rápido suas raízes tb…
      Um grande abraço

  6. Tihago diz:

    Ola mcdonald!!!!
    Gostai muito do seu blog..Todas as informações estão me caindo como uma luva..
    Eu soh gostaria de saber qual eh a epoca correta para fazer uma pinçagem no meu bonsai de duranta..
    Desde ja agradeço o espaço

    • Thiago… Não se faz pinçagem em duranta. Somente em juníperus. Vc deve efetuar poda com tesoura dos galhos e a melhor época é quando vc perceber que ela está bem cabeluda… Eu sempre faço no meio da primavera e no meio do verão… E to me dando bem aqui assim… Abraço

  7. vitor luis miclos de almeida diz:

    entre todos os sites que ja pesquisei,pra mim o seu,é sem duvidas o melhor da net

  8. Fabio diz:

    Olá McDonald! Primeiro, quero te dar os parabéns pelo blog e pelo site! São realmente muito esclarecedores.
    Estou me apaixonando por essa arte milenar, por isso tenho a preocupação em fazer tudo da maneira certa, desde a escolha da espécie adequada ao local em que eu moro.
    Minhas dúvidas são:
    1 – Qual espécie você recomenda para um iniciante como eu?
    2 – Moro em uma casa que só pega sol algumas horas durante o dia. Isso influencia na escolha da espécie, correto?
    3 – Minha mãe tem Pingos de Ouro em seu jardim. Posso começar com essa planta? Como faço?

    Eu queria começar com duas espécies diferentes, para comparar o desenvolvimento de ambas.
    Agradeço sua atenção! E parabéns, novamente.

  9. Lázaro diz:

    Olá McDonald, queria saber como começar com essa planta a partir de sementes, desde já agradeço.

    • Lazaro. Ai temos um problema. Essa especie e resultado d mistura d plantas. Violeta com mais alguma q nao me recordo agora. Muita gente je tentou plantar as sementes mas nasceram violetas ao invez de pingo d ouro. Minha dica pra vc e tentar a estaquia. Pega mt facil e enraiza mt rapido. Abc

  10. Valtercides diz:

    Boa tarde McDonald,
    você pode me orientar sobre o pingo de ouro em usado para cerca viva?
    tenho um tereno de 17.000m2 e penso em colocar o pingo de ouro cercando-a,
    eu como amandor tenho condições de faze-la?
    qual a orientação que possa me dar, e como proceder voce tem algum video
    sobre o plantio?.

    Grato

    Valtercides
    Goiânia-GO
    clientes@graficaipanema.com.br

    • Como cerca viva acredito q vá demorar muito até formar até a altura desejada. Mas se tiver tempo e paciência acho legal tentar. Muita gente utiliza Calliandras o q acho q vai ser bem mais rápido. Abraço

  11. olá McDonald… Quero ver se consigo cultivar o pingo de ouro por semente, vc pode me dar alguma dica?

    • Eu acredito q não seja possível, pois esta espécie é a junção genética de outras duas. Dizem q qd se olanta as sementes nasce violetas. Rs. Mas eu optaria pela estaquia q é mt mais fácil e rápido. Um abç

  12. Obrigada McDonald, Vc é muito atencioso……

  13. Guilherme diz:

    Mac! de mais seu site!
    Queria saber, na estaquia de pingo de ouro preciso deixar as estacas em uma mini estufa de pet?
    E no processo de enraizamento devo deixar as estacas no sol?

    Grande abraço!

  14. Letícia diz:

    Olá! Gostaria de umas dicas para plantar pingo de ouro. Posso comprar as mudas e plantar em julho (moro no sul) ou melhor aguardar? Quanto ao plantio inicial pelo que entendi não deve ser colocado adubo neste momento, isso? Apenas regar diariamente. E colocar o adubo depois de 30 dias aproximadamente.

  15. daniel diz:

    o que você acha dos ficos pra quem estar começando mc

  16. ERICA JULIANA diz:

    Ola amigo sou Erica Juliana estudante de agronomis estou muito feliz com seu vidio olha estou em outra escola gostaria de receber e-mail. Araripina-PE

  17. claudio c haase. diz:

    Muito bom cara, gostei da apresentação. Tenho me empenhado fazendo mudas, foi pingo de ouro, valeu.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s