Técnicas de aramação do Bonsai

Técnicas de aramação de um Bonsai

A aramação de um Bonsai ocorre quando você deseja definir melhor sua forma. Às vezes você quer abaixar algum galho, ou levantá-lo, direcioná-lo para outro lado. O arame é quem vai te ajudar a fazer isso, o ideal é que se use arames de cobre ou alumínio (por serem mais maleáveis), mas podemos utilizar outras técnicas também, como veremos abaixo.
Importante: Lembrem-se que quando decidirmos recorrer à técnica de aramar um Bonsai, não podemos esqueçer:
  • O arame deve ser constantemente vigiado, para evitar cortes e marcas no tronco ou nos galhos.
  • As árvores coníferas (pinheiros, tuias, juníperos, ciprestes…) devem ser aramadas no Inverno, mantendo o arame durante aproximadamente um ano.
  • As árvores decíduas (macieiras, laranjeiras, limoeiros…) devem ser aramadas no Verão, mantendo o arame por três meses, ou seja, até ao Outono.
  • Uma vez retirado o arame, certifique-se que a árvore não volte à posição inicial. Se assim acontecer, pode voltar a usar a mesma técnica no ano seguinte.

Dica: Se existirem marcas do arame na árvore, pode pintá-las com vedante para cortes ou pasta selante.

Primeiro passo: Analise sua árvore, veja as opções de galhos, às vezes não é possível aramar todos os galhos que você quer, alguns podem já ser velhos e duros, e tentar aramá-los pode resultar na quebra dos mesmos (um detalhe, é possível que você quebre um ou outro galho, não fique com medo, é normal nas primeiras vezes), outros podem ser muito jovens e mais fáceis ainda de quebrar. O ideal é que você crie espaço entre os galhos, o suficiente para que as folhas possam respirar melhor, mas não tanto a ponto de ficar com grandes “buracos” no tronco.A aramação deve ser feita em espiral, como nos exemplos abaixo:

Mas lembrem-se de só dobrar para dar forma após a completa aramação!

Escolhendo o calibre do arame
Conforme a necessidade você pode iniciar com um arame de calibre mais grosso e depois mudar o calibre conforme mostra este diagrama. Procure iniciar o arame mais fino sempre pela parte posterior; questão de estética apenas.
Aramando galhos
O diagrama sugere iniciar a aramagem do tronco para os galhos mais finos. Baseado no desenho as cores da primeira imagem, procure identificar o encaminhamento dos arames neste caso.
Iniciando a Modelagem
1. Enfie o arame no solo na parte de trás do tronco.
2. Torça o arame em volta no tronco paralelo ao solo.
3. A partir dai procure trabalhar com um ângulo de 45 graus conforme a figura.
4. Quando mais de um arame for necessário devido a grossura do tronco trabalhe os dois juntos.
Neste último exemplo, estamos usando o mesmo pedaço de arame para prender dois galhos, um servindo de âncora para o outro, o que nos leva a outro detalhe: Apenas enrolar o arame em espiral, não vai adiantar nada, é preciso prender o início do arame em algum lugar (e não deixar o final pendurado também), pode-se usar o tronco como “âncora“, a base do “Y” que as ramificações do galho fazem, ou até mesmo o próprio vaso, como no exemplo abaixo.

Outro detalhe. Segundo as normas estéticas do cultivo de bonsai, o correto é não cruzar arames. Se você for passar outro arame, por um lugar que já exista um, o segundo precisa seguir o movimento do primeiro. Pode acontecer disso não ser possível, algumas vezes, então ou você procura outro lugar para usar como âncora, ou então quebra as normas estéticas. Veja bem, essas normas são para bonsai em exibição, não é algo que precise ser seguido, cruzar arames não vai matar o Bonsai, só não vai deixá-lo tão bonito quanto os que foram aramados seguindo as normas. A aramação de um Bonsai é um assunto bem extenso, vou dividir o post em duas partes então, para não ficar tão cansativo de se ler. Outro detalhe importante é:

Não esmague as folhas e não estrangule o galho. O primeiro desenho é a forma correta de se fazer, repare como as folhas estão esmagadas no segundo desenho, isso só prejudicará a planta. O arame é só para “educar” o galho (ou ramo,  como quiser chamar) e não para torturar o Bonsai. É preciso fazer a aramação com cuidado, como eu já disse anteriormente, sem quebrar os galhos ou machucar a planta, mas ao mesmo tempo você precisa ter a mão firme, e não deixar o arame folgado. Basicamente é isso, em espiral, com uma boa angulação, sem esmagar as folhas e sem fazer malabarismos com o galho. O tempo de permanência dos arames varia de planta para planta, mas o ideal é que não ultrapasse 6 meses, mesmo que você tenha que removê-los e colocá-los no mesmo lugar, porque em 6 meses, é normal que os galhos engrossem, assim como o tronco, e o arame pode acabar deixando marcas no galho/tronco, e você não quer um Bonsai com essas marcas, certo? Pode ser que seu Bonsai já mantenha a posição que você definiu em seus galhos, com apenas 2 meses de aramação, o tempo varia mais ou menos nessa faixa, de 2 a 6 meses. Como saber? Bom, se você achar que 2 meses já está de bom tamanho, retire os arames, se perceber que não adiantou, coloque-os novamente. Ao remover os arames, use SEMPRE o alicate e  não reutilize os arames, pois já foram deformados e você pode acabar machucando a planta ao tentar removê-los sem o alicate. Esqueci de falar, né? O diâmetro dos arames.  Procure usar um arame que tenha metade do diâmetro do ramo que está sendo aramado. Caso você coloque um arame muito fino, perceberá que o galho não ficará na posição que você quer. Pela própria flexibilidade do arame, você conseguirá ver quais ramos ele poderá “educar”. Vou colocar aqui mais um exemplo de aramação, que é feita utilizando um peso, para puxar o galho para baixo, algumas vezes é melhor usar essa técnica, ao invés de se aramar o galho inteiro.

Muito cuidado ao usar essa técnica, para não colocar algo muito pesado e quebrar o galho. Outro detalhe importante, nunca deixe as pontas dos arames soltas, caso não consiga envergá-las com as mãos, corte as sobras com um alicate. Caso você deseje aramar um galho muito velho (e pouco flexível), utilize proteção (ráfia vegetal ou borracha), para não machucar o Bonsai. A proteção deve ser colocada entre o galho e o arame. Basicamente aramar é isso, claro que existem formas mais agressivas de se “educar” um galho ou tronco (inclusive aparelhos que mais parecem instrumentos de tortura), mas acredito que essas dicas iniciais sejam o suficiente para quem está iniciando na arte de cultivar Bonsai. Espero ter ajudado e sanado algumas dúvidas.

Anúncios

5 respostas a Técnicas de aramação do Bonsai

  1. Paula schineider diz:

    Muito bacana mesmo!acompanho sempre que posso seu trabalho,me sinto parte do abc do bonsai pois é um dos meus sites prediletos,,valeu pela ajuda estou aprendendo a cada dia..

  2. Rute diz:

    descobri agora teu site estou e gostei muito;estou querendo iniciar nesta arte mas primeiro quero pegar todas instruções que vc tem passado pq sou totalmente leiga no assunto.
    valeu pelas dicas

  3. miramar alves diz:

    ótimas informações, vi os teus videos no youtube, são muito bons, estou iniciando e as suas informações estão me ajudando muito, obrigado e continue com esse trabalho pois seus videos são muito valioso para nos que estamos apenas começando.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s